Prêmio Arcelormittal de Meio Ambiente completa 20 Anos

Arcelor Mittal

Você é capaz de imaginar nosso planeta sem desmatamento e poluição? Em escolas públicas e particulares de 46 municípios da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina, a imaginação e a criatividade serão o ponto de partida para um desafio ainda maior: transformar sonhos em ação. Cerca de 300 mil crianças e adolescentes já se preparam para agir, estimuladas pelo Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente, que neste ano completa 20 anos com o tema “Ideias para sustentar o mundo”.

Mais do que incentivar a produção de redações e desenhos, o prêmio leva o debate ambiental para a sala de aula, mobilizando educadores a trabalhar questões atuais, ligadas ao meio ambiente, ética e cidadania. Na edição comemorativa dos 20 anos da premiação, o material distribuído aos professores inclui cartilha e DVD com palestra do filósofo e doutor em Educação Mário Sérgio Cortella. O segundo passo é a capacitação desses profissionais, para o desenvolvimento do tema de forma interdisciplinar.

Os estudantes também recebem cartilhas com exercícios lúdicos, unindo aprendizagem e diversão. “O objetivo é construir redes de relacionamento que estimulem o trabalho em equipe e o compromisso das crianças e adolescentes com a sustentabilidade”, ressalta a gerente de Educação da Fundação ArcelorMittal Brasil, Zulmira Braga.

Ao final do processo, os estudantes são convidados a participar do concurso. Os alunos do 1º ao 5º ano concorrem com desenhos e os do 6º ao 9º ano, com redações. O prêmio é dividido em três categorias: Comunidade Escolar, Filhos de Empregados e Projeto-Escola. Nas 17 unidades da ArcelorMittal que participam do concurso, serão escolhidos quatro desenhos e quatro redações, que disputarão a etapa corporativa, em novembro. Nessa última fase, os trabalhos serão avaliados por uma comissão julgadora constituída por profissionais ligados às áreas de educação, meio ambiente e artes.

Na etapa corporativa, os vencedores nas categorias Comunidade Escolar e Filhos de Empregados receberão quatro salários mínimos, depositados em caderneta de poupança. Já as escolas ganharão prêmios nos valores de R$ 3,5 mil a R$ 1 mil, que deverão ser aplicados preferencialmente em ações de continuidade do projeto.

Desde 1992, mais de 4,7 milhões de crianças e adolescentes participaram do prêmio, que já abordou temas como aquecimento global, preservação das águas, alimentação saudável, entre outros. Os educadores não participantes do concurso também podem consultar as cartilhas “Ideias para sustentar o mundo”, disponíveis para download no site www.famb.org.br.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s